segunda-feira, janeiro 13, 2014

Feliz ano novo e um especial para o grande Ronaldo

Parabens Ronaldo e um grande obrigado pelo que tens feito, um pensamento para Eusébio que hoje tambem deve estar contente por esse justo prémio ;o))




Feliz ano para todos os forninhenses


terça-feira, novembro 19, 2013

Etiqueta ou não ;o))


Etiqueta ou não ;o))

A monografia de Forninhos é realmente um livro sem etiqueta, é o livro de todos.

De Forninhos de fora, de dentro, de todas as partes do mundo reconhecemos a obra de uma equipa que no seu tempo, no seu caminho, na sua historia trouxe a memoria colectiva a lembrança dos nossos antepassados. A perfeição ou completude não são um fim mas sinceramente atacar por um ramo de carqueja ou urze, giesta o sério do trabalho de uma parte das forças vivas, é provocação gratuita  que retrata mais uma vez a falta de cabimento dos seus autores e claro houve mais palha em tempos mais recentes e todos recordamos dai termos feno no chamusco a cantiga é outra.


Penso em Forninhos e tenho pena do aproveitamento para polémicar enquanto haveria tanto a construir e a resgatar do esquecimento. Mas a atitude bélica de ser de Forninhos de alguns é realmente contra o tempo, ha mais Forninhenses hoje fora do que vivendo em Forninhos, e até digo qualquer pessoa que tiver interesse em Forninhos é bemvinda sem qualquer mistificação.

Agradeço o executivo passado pela obra e o actual na sua continuação. Forninhos real fazendo  eco ao Forninhos das redes sociais e por essencia virtual ;o))

Cumprimentos

Carlos de Matos

sexta-feira, junho 07, 2013

Forninhos como nunca... pelo menos para alguns lol

Ola pessoal ;-))

o tempo passa e as certezas afirmam-se. Mais uma semana que se acaba longe da faina da terra ancestral e quem sabe do que fala so pode continuar a laborar... porque é o nosso fado.

Um post so para lembrar daqui de França, do estrangeiro... bem longe e ao mesmo tempo tao perto de Forninhos pelo menos daqueles que dao o corpo para que esse vale nao seja meramente um museu vazio de palavras sem asperidade...

Obrigado ao executivo, a nossa junta pela obra hoje no balanço. Forninhos nunca teve até hoje uma equipa unanima tao merecedora. A agenda é digna de uma vila, Forninhos é hoje o fruto daqueles que ficaram entre o rio Dao e Ribeira e que continuam o legado dos nossos velhotes. Assim é que é.

Penso no meu amigo Ricardo, ja os nossos avos eram vizinhos e amigos nessa laja dos Cordeiros... as nossas maes... Forninhos é uma grande familia. Mas este homem ultrapassou todas as barreiras para defender o interesse de todas as familias de Forninhos. Nao vou fazer o balanço do que foi feito mas a obra fala por ela. Todo o povo reconhece. Pessoalmente tenho tanta pena de nao poder ter tido mais tempo para regressar... quase 3 anos... o tempo passa e tanta coisa cumprida, obrigado Ricardo por Forninhos, foste e es hoje a nossa força.

Pensava estar ai nesse fim de semana mas o destino quiz de outra maneira, recebe simplesmente e com uma amizade fiel e verdadeira toda a felicidade do mundo nesse dia de amanha que sera um dia unico. ;o))

Cumprimentos

Carlos de Matos



Post scriptum : Faço um apelo aos que quizerem contribuir no blog de Forninhos para comunicar via email em dematts@altern.org

quarta-feira, dezembro 05, 2012

Quando Forninhos estava no mapa !

Apesar da distância todos os caminhos levam à Forninhos... pelo menos naquela altura. Esses mesmos caminhos que levaram tanta gente para fora em outras. A história repete-se e cada geração reinventa novas metas muitas vezes sem nada ter percebido... a fatalidade leva que os carreiros antigos desaparecem com as obras ou o descuido de alguns. E a cada um, o seu caminho, tendo a saudade desses dias de romaria ou de Feira Nova onde por grupos no limiar da jorna, a malta punha-se a caminho...tanto na ida como no regresso a união se manifestava.

Esse promenor de mapa é estratégico em 1808 aquando da sua realização por Lourenço Homem. Esse documento é uma carta militar das principais estradas de Portugal durante as Guerras Peninsulares, disponibilizada online pela "Library Of Congress" nos EUA.



Aqui fica o link, a mesma carta está visível no museu militar na torre do castelo de Bragança. Descubri-a em 2009 e fiquei logo surpreendido com a importância da nossa freguesia na informação militar destinada as tropas anglo-lusitanas que iriam combater os invasores franceses, soldados de Napoleão. Voltaremos a falar nesses assuntos por hoje fica a partilha desse registo.

@té breve e um abraço Forninhense

domingo, dezembro 02, 2012

Retomar o caminho ;o))

Olá a todos ;o))

 O blog de Forninhos esteve como a boa terra que é em descanso à espera da primavera para voltar a florescer... aqui estamos para a restauração do carreiro nesse principiar de dezembro depois desse tempo onde Forninhos não parou de andar e de brilhar ;o))

 A nossa junta de freguesia, o nosso executivo, todos estão de parabéns!

 Forninhos desenvolveu e não parou. Obrigado Daniel, Neves e Ricardo pelo empenho em mobilizar as nossas gentes pela positiva e na realização de tanta acção.

 A redirecção do blog para o site oficial de Forninhos foi desactivada para restabelecer os arquivos e assim contribuir certo de forma modesta par o projecto de livro mas com certeza e firmeza para um projecto colectivo ímpar.



Cumprimentos a malta toda e com muitas saudades aqui de Paris.

Um abraço para todos ;o))


quarta-feira, agosto 11, 2010

FESTA EM HONRA DE NOSSA SENHORA DOS VERDES



Faltam poucos dias para a maior festa em Forninhos, na qual se reúnem familiares e amigos, que estão distantes. Forninhos ganhou nova vida!! É sempre bom rever os amigos e familiares e relembrar velhos tempos(com saudade...)

Atenção; Sr Padre Paulo anunciou este Domingo que a Procissão começará às 14h15m.
Não se atrasem!!!

"Domingo, 15 – Assunção da Virgem Santa Maria- C (Saltério IV)
● Leituras Bíblicas: (Ap 11, 19; 12, 1-6.10; Slm 44, 10-12.16; 1 cor 15, 20-27; Lc 1, 39-56)
♦ 09:00h – Missa em Dornelas - Baptismo
♦ 10:15h – Missa em Queiriz – Festa de Nossa Senhora dos Verdes
♦ 11:30h – Missa em Penaverde
♦ 14:15h – Missa em Forninhos – Festa de Nossa Senhora dos Verdes"


Cumprimentos

Ana Guerr@

sábado, julho 03, 2010

18 de Julho - Dia da Freguesia, Festa da Santa Marinha

Com muita saudades de todos fica aqui a reportagem feita pelo Ricardo no site oficial da junta que magnificamente retrata o que foi essa iniciativa que ficou a demostrar o que Forninhos é no melhor. Parabens mais uma vez a todas as entidades. A internet leva toda essa alegria vivida no nosso povo aos 4 quatro cantos do mundo para ligar todos os Forninhenses.


Parabens as entidades e aos organizadores.

terça-feira, junho 22, 2010

Portugal Festeja Nos Campos Elísios

Festejos e Centenas de Portugueses nos Campos Elísios depois da vitoria de Portugal face a Correia.

Viva PORTUGAL e Força para a Selecção ;o))



Espero que em Forninhos que a festa foi da partida... todos atràs à torcer para irmos para a frente mantendo esse bom jogo que nos deram ontem...

Pensamento da Festa de alguns Forninhenses em Rueil Malmaison onde explodiu a nossa alegria da vitoria.

@té sexta para mais uma tarde fora do tempo :o))

Um abraço

quarta-feira, maio 19, 2010

FESTAS EM HONRA DO DIVINO ESPIRITO SANTO


O fim de semana promete ser de recordar, o calor e as promessas desse dia farão de Segunda-Feira um verdadeiro dia de Romaria. Muito concorrido com 5 procissões ao todo das diferentes freguesias que costumam fazer desse voto uma real tradição nas nossas terras do Alto Dão.

@té breve

quinta-feira, maio 13, 2010

IX Feira de actividades do Concelho de Aguiar da Beira


De 22 a 25 de julho vai ocorrer a IX a Feira de Actividades do Concelho de Aguiar da Beira.

Esse final de Julho promete ser de relevo em Forninhos com o nosso dia da Freguesia em dia 18 em ocasião de Santa Marinha. Reservem desde jà a sua estadia que isso promete ser o maximo.

Um abraço a todos aqui de Paris :o))

Carlos de Matos

terça-feira, maio 04, 2010

DIÁRIO DAS OBRAS DA CAPELA X

Olá a todos,

Para encerrar de vez este diário, não queria deixar de vos trazer algumas fotos da "inauguração" da electricidade na capela no dia do Voto de Santa Cruz, realizado no dia 3 de Maio. Desta vez sem comentários...






sábado, maio 01, 2010

DIÁRIO DAS OBRAS DA CAPELA IX

Olá a todos,

É com uma alegria imensa e uma satisfação interior total que vos informo que este diário, que sempre procurou trazer aqui o andamento das obras ao longo destes meses, está no seu fim. Desde 2003, que foi quando se iniciou a intenção de elaborar um novo projecto de requalificação para a nossa capela, que se começaram a estabelecer os contactos com a Câmara Municipal, com o IGESPAR (antigo IPPAR) e com os arquitectos e engenheiros responsáveis pelo projecto. Daí para cá foi a luta e o trabalho que vos tenho vindo a informar, para que pudessemos chegar, pelo menos, onde estamos hoje. A capela está praticamente toda recuperada (à excepção da talha interior) e impermeabilizada, o que fará com que, a talha interior classificada pelo IGESPAR, não se deteore mais e este monumento tenha a dignidade que merece.

Em relação ao edifício, tentou-se não deixar um pormenor nem um cantinho por recuperar. Foi um volta completa, desde armação, telhado, barra de suporte, paredes interiores e exteriores, chão da capela e do alpendre, suporte em madeira e telha no alpendre, candeeiros e tomadas de luz e som no interior, a colocação de tectos de madeira à antiga no alpendre e sacrístia, zona envolvente em cubos de granito amarelo, muros exteriores arranjados e limpos, corte e limpeza das raizes do eucalipto, envernizamento dos bancos, tectos, portas e móvel da sacrístia, etc., etc. Ficam a faltar para já as casas de banho exteriores, que espero que num futuro próximo, sejam uma realidade.
Agora é tempo usufruir e visitar este nosso templo, começando já esta segunda pelas 10:00, com o voto de Santa Cruz, dia 24 de Maio na Segunda-feira de Espírito Santo e 15 de Agosto na festa anual a Nossa Senhora dos Verdes. A Nossa Sra. dos Verdes certamente ficará muita satisfeita com a presença de todos os seus devotos. Será também tempo de dar seguimento a um ou outro pormenor, apresentar contas e reafirmar que todas estas alterações só foram possiveis com o esforço e trabalho de todos, pois não tivemos qualquer apoio do Estado até ao momento, apenas da Câmara Municipal. Se foi possivel, fazermos tudo isto sem qualquer financiamento europeu, aquilo que vos posso dizer, é que só se pode esperar um futuro risonho para a nossa capelinha, e espero que futuras comissões sigam o exemplo das anteriores. Um agradecimento especial a todos os que ajudaram nesta obra! Toda essa ajuda permite que hoje não assistamos mais a uma degradação lenta e silenciosa da nossa capela, que era o que mais me custava.
Da minha parte, estarei sempre disponível para qualquer apoio que seja necessário e possível, mas a minha participação e envolvimento também está perto do fim. Neste momento, penso que seria importante elaborar um novo projecto para o restauro da talha interior, embora se torne depois dificil de executar sem financiamento. É um desejo de concretização que deixo ao Sr. Padre Paulo e às futuras comissões. Eu tentarei avançar para outro plano... S. Pedro Medieval. Deixo aqui alguns comentários sobre as fotos seguintes.

Foto do interior do alpendre, com novo chão em granito amarelo e com as portas e tectos já envernizados.
Aspecto geral do chão do alpendre, com uma passadeira em granito em forma de cruz a entrar na capela. De referir que antes da colocação do mosaico verde, o chão era em saibro. Soube há bem poucos dias, pelo empreiteiro que fez as primeiras obras de restauro do alpendre (quando foi colocado o betão), que os pilares eram muito mais grossos, pois na altura foram tiradas pedras para fazer de marcos em terrenos da igreja !?! Esta tese foi avançada inicialmente pelo arquitecto, mas ainda não tinha tido confirmação. Foi uma pena, pois o seu valor seria muito superior. Isto para além das pessoas se lembrarem do forro antigo que era em azul com pinturas antigas.
Aqui conseguimos ver as paredes já pintadas, com os novos candeeiros laterais, que eu pessoalmente considero de um gosto espectacular, para um monumento desta riqueza. São focos que apontam para os tectos. Ainda não foi feito o teste com a capela iluminada, mas está para breve.
As paredes foram de certa forma "endireitadas", pois estavam muito "tortas" e agora pintadas fazem sobressair ainda mais o tecto da capela, quando antes apresentava um aspecto mais sombrio.
Vista de cima de um candeeiro

Vista do interior do alpendre para o terreiro, onde é possível ver todas as árvores a arrebentar.


Pormenor do envernizamento dos bancos da capela.

segunda-feira, abril 12, 2010

DIÁRIO DAS OBRAS DA CAPELA VIII

Olá a todos,

Antes demais cumprimentos a todos os forninhenses e visitantes deste blog, em especial os que estão fora e que sentem muitas saudades da nossa terra e das nossas gentes.
Coube a mim novamente voltar a publicar as imagens do andamento das obras da capela e informar-vos que estão a entrar numa fase final, pelo menos para já. O inverno deste ano tem sido muito rigoroso, o que tem dificultado algumas tarefas, no entanto, esperemos ter tudo pronto para as festas que se avizinham. A colocação do telhado novo veio em boa altura, pois este ano teria sido desvastador para todo o espólio que temos dentro da capela, e que já há muito sofria. A Nossa Senhora, este ano, viu a sua casa sem frexas, nem fios de água.

Projecto apresentado em Maio de 2004, na Festa do Espirito Santo

A primeira apresentação pública do projecto foi já no ano de 2004,durante a festa nuns placards junto à parede da sacrístia, e desde aí foi também várias vezes apresentado e discutido neste novo meio de informação que é a internet, sempre de forma totalmente transparente. Neste momento, estamos de certa forma a terminar aquilo que estava previsto, de acordo com as limitações financeiras.

Neste momento, estão em fase de acabamentos, a colocação da electricidade, o chão do alpendre em granito, arranjo das paredes interiores e do chão da capela, envernizamento dos tectos da sacristia e alpendre e das portas e bancos em madeira, a impermeabilização da área em volta da capela em cubos de granito, a pintura das paredes exteriores, entre outras.

Ficam aqui algumas imagens com alguns comentários para melhor perceberem.

A colocação dos dois cedros que estavam na rotunda, em frente ao depósito, de forma a disfarça-lo um pouco. Se clicar na imagem e ampliar, poderá ver já os rebentos.
Lateral direita com o muro arranjado após a retirada do eucalipto e das suas raizes.

Aspecto do caminho que liga ao terreiro e à frente do alpendre. Falta ainda a lavagem dos muros exteriores.

Colocação da rede electrica nas paredes antes do reboco. Irá ter tomadas junto ao chão e candeeiros laterais a apontar para o tecto. Nesta foto, é possivel ver a humidade que entrava pelo lado do terreiro junto ao chão, antes da impermeabilização em cubos de granitos, e já tinha deixado de chover há uns dias. Numa foto do post anterior, vê-se melhor esta situação.

Aspecto das paredes já rebocadas, onde já estão escondidos os fios e onde houve a preocupação de deixar os ombrais das portas e janelas com o granito á mostra, o que não se verificava antes, pois estava tapado.

Paredes rebocadas, faltando agora a pintura.

Nunca é demais referir, que todo este trabalho, é o resultado do esforço pessoal e financeiro de muita gente, desde comissões, párocos, dos forninhenses e vistantes, e outras entidades, que se empenharam em não "deixar cair" a nossa capela e tornar esta recuperação uma realidade, e não ficar novamente em projecto.
Como já foi dito antes, foi preciso "partir muita pedra" durante vários anos, ultrapassar muitas barreiras e exigências, muitos pareceres, para ser possivel iniciar as obras, o que parecia impossivel há uns anos atrás. As primeiras fotos apresentadas em Agosto de 2009, aquando do inicio das obras, mostram bem a degradação que existia. Procurou-se sempre atribuir ao espaço a dignidade, conforto e limpeza que este merece, tal como alguns materiais que este tinha perdido. Neste sentido, houve algumas alterações que são novas para a capela, tal como a colocação de sub-telha e o chão em cubos de granito amarelos em volta do edificio (estas duas de modo a permitir a impermeabilização do edificio e não só, com vista à salvaguarda da talha interior), a colocação de electricidade (tomadas e iluminação), dos tirantes de reforço das paredes e a colocação do pavimento no alpendre, que antes também não existia. Este projecto teve o acompanhamento e aprovação do IPPAR (actual IGESPAR), que é o organismo do Estado que tem competências e pessoal qualificado na área do restauro e recuperação de monumentos. Sem a autorização e parecer deste organismo nem se quer era possivel ter licença para iniciar as obras, por mais pequenas que fossem.

Dizer o contrário, em meia duzia de minutos e sem esforço ou qualquer acção que se reconheça, é distorcer uma realidade evidente e ludibriar a verdade.

É pena o Estado, não disponibilizar verbas para a recuperação deste e outro património classificado, e pelo andar que estão a levar as contas públicas, não acredito que isto melhore. De qualquer forma, se abrirem candidaturas, o projecto ainda poderá ser alvo de financiamento, o que na minha opinião seria mais do que justo pelo esforço de todos.

sábado, março 20, 2010

DIARIO DAS OBRAS DA CAPELA VI











As obras de restauro da Capela de Nossa Senhora dos Verdes tem seguido um bom ritmo. O interior foi completamente removido para ser refeito, os arranjos exteriores estão em fase de conclusão. O eucalipto que estava no meu terreno foi cortado em previsão do endireitamento do muro de pedra e na prevenção de riscos de queda.
Obrigado ao Mestre Ramiro por essas fotos que nos permitem um bom ponto de situação das obras que ele vai guiando.

Abraço a todos
Carlos de Matos