sexta-feira, junho 07, 2013

Forninhos como nunca... pelo menos para alguns lol

Ola pessoal ;-))

o tempo passa e as certezas afirmam-se. Mais uma semana que se acaba longe da faina da terra ancestral e quem sabe do que fala so pode continuar a laborar... porque é o nosso fado.

Um post so para lembrar daqui de França, do estrangeiro... bem longe e ao mesmo tempo tao perto de Forninhos pelo menos daqueles que dao o corpo para que esse vale nao seja meramente um museu vazio de palavras sem asperidade...

Obrigado ao executivo, a nossa junta pela obra hoje no balanço. Forninhos nunca teve até hoje uma equipa unanima tao merecedora. A agenda é digna de uma vila, Forninhos é hoje o fruto daqueles que ficaram entre o rio Dao e Ribeira e que continuam o legado dos nossos velhotes. Assim é que é.

Penso no meu amigo Ricardo, ja os nossos avos eram vizinhos e amigos nessa laja dos Cordeiros... as nossas maes... Forninhos é uma grande familia. Mas este homem ultrapassou todas as barreiras para defender o interesse de todas as familias de Forninhos. Nao vou fazer o balanço do que foi feito mas a obra fala por ela. Todo o povo reconhece. Pessoalmente tenho tanta pena de nao poder ter tido mais tempo para regressar... quase 3 anos... o tempo passa e tanta coisa cumprida, obrigado Ricardo por Forninhos, foste e es hoje a nossa força.

Pensava estar ai nesse fim de semana mas o destino quiz de outra maneira, recebe simplesmente e com uma amizade fiel e verdadeira toda a felicidade do mundo nesse dia de amanha que sera um dia unico. ;o))

Cumprimentos

Carlos de Matos



Post scriptum : Faço um apelo aos que quizerem contribuir no blog de Forninhos para comunicar via email em dematts@altern.org

3 comentários:

al cardoso disse...

Muita saude e sorte por terras "galas", mas com Forninhos sempre no coracao!

Um abraco de amizade dalgodrense.

Carlos de Matos disse...

Ola Al ;o))

what about you mate, lol

Foi com com alguma pena que sube que esteve em Forninhos no Espirito Santo, teria sido a ocasiao para nos ver. Mas os ultimos anos foram para mim um distanciamento com Forninhos por causa de compromissos professionais entre outras razoes. Com o falecimento do meu avô acabou-se a ligaçao carnal mesmo como todos nos, emigrantes nunca esquecendo a nossa aldeia levando-a sempre no coraçao. Por outro lado o rumo assumido pelo executivo actual é exemplar mesmo com meios limitados realiza proezas para o bem estar e o futuro do nosso povo.
As chaves estao bem entregues e o povo unido fez progredir esse cantinho de Portugal de maneira que de conjunto com o centro social e paroquial e a nossa igreja, a comunidade de Forninhos é cada vez mais humana e forte.
Felizmente a vida é assim capitulos que se acabam e outros que começam.
Queria modestamente relançar esse espaço para entregar a pessoal mais novo os passwords deste espaço porque ninguem pode ter pretensao de ter o monopolio do amor à Forninhos. O dizer é uma coisa fazer, construir, investir é outra. A nossa patria esbaldou nos ultimos 100 anos o que a nossa naçao consolidou em 800 anos. Penso que o 25 avril foi um leilao na ebay onde hipotecamos o futuro dos nossos filhos. Nasci en 1973 e penso no Portugal dessa altura podia ter tido outras opcoes. Assim vai a nossa sina ;o))

Obrigado pela mensagem e todos os cumprimentos igualmente por terras do "Uncle Sam"

Um abraço

Carlos de Matos

Carlos de Matos disse...

Sinceramente nao comentarei os ataques pessoais feitos indirectamente porque é realmente a ilustraçao da falta de cabimento dos seus autores.

Pergunto-eu ? o porquê de tanta raiva ninguém esta em guerra contra ninguém nem a procura do reconhecimento de ninguém, é mesmo a contradiçao absoluta pede-se liberdade e quando o vizinho e amigo se exprime numa democracia e num espaço livre é logo insultado sem medida e soltam-se as verdadeiras personalidades. Ja somos tao poucos.

Apoio a duzentos por cento o Ricardo Guerra, a Mariana Vaz, o Centro, a Camara... e todos os que fazem de Forninhos melhor sem desprezar o primeiro que for, é a minha opiniao e sem medo afirmo-a como sempre o fiz. Nao comentarei a vida pessoal de ninguém num espaço publico. A verdade é que sendo de Forninhos me tratando de fora mesmo sendo de Penaverde pelo meu pai... é realmente triste e duma baixeza que nao fica bem a ninguém, faltando ao respeito por completo que seja para as pessoas e pelas terras vizinhas e amigas. Ameaças e outras formas subversas de linguagem nao dignificam de todo e em nada Forninhos.

Ficarei por aqui porque nunca pensei que isso estava tao rude, uma omerta por de veras... Que cada qual fique na sua e sinceramente um pouco de serenidade. Por mim esse capitulo esta fechado. Nunca mais o Forninhos d'outrora ou de alguns, a certeza essa é firme.